Ah, minha criatura admirável…

“Seja bem-vinda. Entre, entre… Estou esperando por você.  É, por você e pelo seu espírito! Fico feliz por você ter conseguido encontrar o caminho…
Venha, sente-se comigo um pouco.

Pronto, vamos fazer uma pausa, deixando de lado todos os nossos “inúmeros afazeres”. Haverá tempo suficiente para todos eles mais tarde.

Em um dia distante, quando chegarmos às portas do paraíso, posso lhe garantir que ninguém vai nos perguntar se limpamos bem as rachaduras na calçada.”

Clarissa P. Estés

 

“Os Círculos de Mulheres são formados um a um. Cada Círculo expande para mais mulheres a experiência de pertencer a um deles.

Cada mulher, em cada círculo, que se transforma através de sua experiência nele, leva estas mudanças para outras relações.

Até que, em um determinado dia, um novo Círculo se formará e ele será o Milionésimo Círculo – aquele que faz a diferença – e nos levará a uma era pós-patriarcal.”

Jean Shinoda Bolen

Nosso Círculo

Nos reunimos com o objetivo de concentrar nossas forças e trazer nossas lindas almas para resgatar e vivenciar o feminino. Porque juntas podemos potencializar o que somos na presença.

Com a formação do Círculo, além das histórias como aliadas, o Centro do Círculo é o que gera a força propulsora que nos move em conjunto; é o Centro o grande condutor do trabalho. É nele que o fogo se acende, que as histórias ganham vida, que os sentimentos são semeados, que os sonhos e medos são regados.

Nosso trabalho tem como proposta fortalecer e cuidar do nosso feminino, bem como nos aprofundarmos nesta questão tão essencial.

Usamos histórias, contos, mitos e outras leituras sobre as questões do feminino para fazermos um caminho de autoconhecimento, interiorização e cuidado com quem somos.

Criamos um Círculo de força e confiança para nos apoiarmos.

Fundamentado no Método Aletheia, o nosso Círculo é composto por meditações, leituras, reflexões, trocas, propostas de contato com a expressão corporal e artística.

Intentamos criar um ambiente acolhedor para pensar tanto as questões individuais de cada uma quanto às questões da mulher e do feminino. Não temos restrição de idade, então o grupo pode ser bem misto nessa perspectiva.

Trabalhamos em um Círculo fechado, onde cada mulher se compromete com o seu trabalho interno e com o desenvolvimento do grupo.

Você é bem-vinda

Comadre

Em espanhol, esse termo significa algo semelhante a ‘eu sou sua mãe e ao mesmo tempo você é minha mãe’. É uma palavra usada para descrever a relação íntima entre mulheres que cuidam uma da outra, que dão ouvidos e ensinam uma à outra, de uma forma na qual a alma está sempre incluída; às vezes ela é o assunto da conversa, e às vezes é com ela diretamente que se fala.

 

Informações

Uma segunda ao mês, de 19:45h às 22h.

Centro Sammasati de Terapias Integradas – Botafogo (RJ).

65 reais mensais.